Home
 
 
 Paraty
 Passeios Culturais
 Ecologia
 Cultura e Tradições
 Comércio local
 Antes de viajar
 Serviços
 
IGREJA MATRIZ DE NSª DOS REMÉDIOS
 
No final do século XVI, quando da fundação do povoado, ergueu se uma Capela dedicada a São Roque, sobre o atual Morro do Forte, onde então se assentava o aldeamento. Porém, em 1646, Da Maria Jácome de Mello doou uma área de terras, situada entre os rios Perequê Açu e Patitiba, para a construção do novo povoado, exigindo que nela se construísse uma Capela dedicada a N' Sa dos Remédios, e que não se molestassem os índios Guaianás, que ali viviam.

Assim, de pedra e cal, surgiu a primeira capela, que foi demolida em 1668, e, em seu lugar, construída uma igreja maior, obra executada por Raphael de Souza, que só terminou em 1712. Contava a igreja com 7 altares e duas capelas internas.
 
  Em 1787, por ser a igreja pequena para a população, cerca de 2.700 pessoas, iniciaram-se as obras de construção do atual templo, em local próximo à antiga capela.

Essa obra, por ser suntuosa e majestática, custou ao povo grande soma de dinheiro e, por falta de recursos financeiros, foi diversas vezes paralisada a sua construção.
 
Auxiliou o final das obras a piedosa Sra. Geralda Maria da Silva, fornecendo dinheiro e escravos, e administrando ela mesma os trabalhos. Por este motivo, recebeu do Imperador D. Pedro II o título de "Dona do Paço".

A 7 de setembro de 1873, foi a igreja entregue ao culto público, precedendo à sua bênção uma procissão em que se transladaram as imagens da Igreja de Santa Rita para a nova Matriz. Este costume conserva se até hoje, por ocasião da Festa de Na Sra. dos Remédios.
 
  De estilo neoclássico, este templo sobressai por sua imponência e apresenta a sobriedade e o despojamento característicos deste estilo, em que as grandes massas se contrapõem ao ritmo dos vãos ( aberturas ).

Destacam se, nesta igreja, suas torres e os fluidos inacabados. Acredita se que isso aconteceu, não só pela falta de recursos e mão de obra escrava, mas também porque a igreja teria afizndado, inclinando se perigosamente para a frente, devido ao enorme peso do seu frontispício e à inconsistência do terreno onde foi construída.

 
A igreja foi entregue à comunidade graças a benevolência D. Geralda Maria da Silva, senhora de posses, que cedeu escravos e dinheiro para a continuidade das obras.
 
Conta-se que em baixo da escada que da acesso ao campanário da torre direita encontra -se enterrado seu pai, cujo dele diz a lenda ter encontrado um tesouro em Trindade .
 
A baixo você pode ver um mapa de disposição interna da Igreja Matriz e a seguir o texto descreve os números marcados no mapa.
 
 
Foto: Detalhe Altar Mor
 
1) Altar Mór de Na Sa dos Remédios:
Padroeira de Paraty, cuja imagem ladeada em madeira policromada, do século XVIII, está entronizada no oratório central, late pelas imagens em madeira de São Joaquim (à direita) e Sant'Ana ( à esquerda ), em madeira, do século XVIII.
2) Altar de São Miguel:
Imagem em madeira, do século XVIII. A pintura deste altar é resultado de restauração recente da pintura original do templo.
3) Capela de N. S. dos Passos:
Imagem central de Nosso Senhor dos Passos, imagem de vestir, em madeira, século XVIII, ladeado por Na S$ da Soledade, à direita, imagem do século XVIII e à esquerda, Nosso Senhor da Cana Verde, imagem de roca, século XVIII. Essas imagens, em tamanho natural, têm articulação nos braços e cabeça e fazem parte das procissões e cerimônias da Semana Santa.

O retábulo frontal do altar é do século XVII, tendo pertencido, provavelmente, à igreja anterior.
4) Altar de São Francisco:
Imagem em madeira, século XIX.
5 )Batistério:
Pia em mármore, do século XVII, que pertenceu, provavelmente, à igreja anterior.
6) Altar de São Roque:
Imagem em madeira XVIII.
7) Capela Santíssimo Sacramento:
Capela do Santíssimo Sacramento: Hoje dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, imagem em madeira do século XX. Esta Capela era, anteriormente, dedicada à adoração do Santíssimo Sacramento.
8) Púlpito:
Em madeira poli-cromada, com as cores originais da Igreja.
9)Altar de Nª. Sª do Terço
Imagem em madeira policromada, século XVIII.
 
Localização
Praça da Matriz ou Praça Monsenhor Hélio Pires
Visitação
Segundas, quartas, sextas, sábados e domingos, das 8h às 12h e 14h às 17h.
 
 
 
 Veja também
Casa da Pólvora
Casa da Cultura
Casa dos Bonecos
Forte Defensor
Chafariz do Pedreira
Câmara Municipal
Rua de Paraty
Forte Patitiba
Ruínas do Portão
Igreja N.S. Conceição
Igreja Santa Rita
Capela das Dores
Igreja Matriz
Passos da Paixão
Igreja N. S. do Rosário
Hospital Municipal
Capela da Generosa
Cruz das Almas
 
| Casa Paraty | Paraty Imoveis | Paraty Brasil | Paraty Web | Paraty Virtual | Imoveis Paraty | Pousada das Acacias |
| Ubatuba | Parque atlantico | Radio Gaivota | Ponto base |
 
 
 
Paraty Guia - Todos direitos reservasdos - Hotel Villa de Capri - Ubatuba - SP