Home
 
 
 Paraty
 Passeios Culturais
 Ecologia
 Cultura e Tradições
 Comércio local
 Antes de viajar
 Serviços
 
FESTAS de são benedito EM PARATY
Paraty - Festa de São Benedito
Considerada a Festa do Divino dos Pretos, a festa de São Bendito foi criada para eles, pois, segundo se conta os pretos não podiam participar das festividades do Divino.
 
Nascido escravo em 1525, filho de pais africanos São Benedito foi alforriado aos 18 anos, tornando-se franciscano e falecendo como seu superior em 1589, com foros de santidade.

A devoção a S. Benedito foi introduzida no Brasil antes mesmo de sua beatificação, pelos frades franciscanos, que assim propunham aos descendentes de africanos - um modelo da sua raça e da sua cor.
 
Breve Histórico
 
Éra tradição em Paraty que, como os pretos não podiam participar das festividades do Divino, criaram para eles um Rei e uma Rainha, que se vestiam na procissão com roupas iguais as usadas "pelo Imperador do Brasil e pelo Rei de Portugal".

Usavam, como ainda hoje, coroa e cetro, onde se encontra gravada a imagem de São Benedito.

Realmente, encontramos na festa de coroação do Rei Congo, em todo o Brasil, um sincretismo luso-africano, unindo essas duas estruturas sociais. De fato, comparando-se as duas festas, em Paraty, vemos que a de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito é uma cópia mais modesta da Festa do Divino.

No lugar do Imperador, é coroado um Rei. No lugar de Folias que cantam, temos a Folia Muda. Em lugar do vinho, da carne, dos doces e dos salgados, apenas doces e refrigerantes, havendo carne "quando i' o dinheiro der", o que raramente acontece. Confirma-se o dito de que "a Festa de São Benedito é a Festa do Divino dos Pretos", portanto "uma forma de acomodação social para as duas classes: um rei para os escravos, e um imperador para os senhores.

0 rei dos pretos era aclamado, e o imperador era escolhido por sorteio, ambos, porém, coroados, fugindo do que havia em Portugal: Rei é aclamado, e Imperador coroado".

Também em sua esquemática a festa de São Benedito se assemelha à do Divino. Feita a escolha dos festeiros, em geral um casal, estes escolhem rei e rainha, que devem ser crianças, mas "de cor".

Muitos pais fazem promessa para que seus filhos sejam "rei e rainha" de São Benedito. Os festeiros passam em seguida, à função de angariar dinheiro para a festa, o que é feito de duas maneiras: correndo listas pela cidade, e contratando uma Folia.
 
Como é Realizada as Festa
 
  Nas vésperas da Festa as casas da cidade são visitadas pelos próprios festeiros, que pedem prendas. São, assim, recolhidos leitões, frangos, abóboras, bebidas, doces, etc. Pelo costume, nesta festa apenas se distribuem doces.
 
Para o preparo das iguarias, muita gente ajuda, tanto por gosto" como "por promessa".

A festa, propriamente, tem inicio pelo levantamento do Mastro.
0 Mastro, pintado de azul e branco em homenagem a Nossa Senhora do Rosário, tem a encimado uma bandeira, com as imagens de São Benedito e de Nossa Senhora do Rosário, uma de cada um dos lados, aquela em fundo branco, e esta em fundo azul.
 
0 Mastro permanece erguido até o final da festa, ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, quando é arriado pelo próximo festeiro. Para Luís da Câmara Cascudo, "a bandeira do santo no alto do mastro informa que ele está presente na sua festa e aguarda o concurso de seus fiéis".
 
Com o início da' novena, movimentam-se as Bandeiras todas as noites, da casa dos devotos até à Igreja do Rosário, sempre acompanhadas pela Bandeira da Folia. Dedica-se cada noite da novena a uma classe: pescadores, lavradores, pedreiros, estudantes, funcionários, tendo sido anotada em 1972 uma nova classe, a dos turistas.
 
Na manhã da festa, o povo se reúne à frente da casa do festeiro. Todos querem ver a saída do rei e da rainha, como ocorre na festa do Divino. Indo ele vestido de branco, com manto de veludo vermelho, comprido.

Levava à mão o cetro e à cabeça a coroa, ambos de prata. A rainha apresentou-se de vestido longo, cor-de-rosa. Ostentava diadema de pedras brancas à cabeça, levando à mão uma salva, onde descansava sua coroa de prata.
 
Caminham o rei e a rainha dentro de um "quadro", à moda dos Imperadores do Divino. Na festa de São Bendito, o quadro é pintado de azul, seguindo atrás dele os festeiros, as bandeiras, a banda de música e a folia. Vem por último o povo.
 
0 cortejo assim formado segue até à igreja de São Benedito e do Rosário, onde tem lugar a missa, em seguida à qual todos retornam, com igual solenidade, à casa da festa, tendo então início a distribuição dos doces.
 
Ainda em paralelo à Festa do Divino, na casa do festeiro é armado um altar, porém nas cores azul e branca. Sobre ele são colocadas as duas coroas de prata, do rei e da rainha, aquela maior e acompanhada de cetro, esta menor, descansando sobre uma salva.
 
A procissão e organizada à tarde, com grande concorrência, inferior, porém, à do Divino. Os andores de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito têm saído ultimamente iluminados, seguidos de várias formas de pagamentos de promessa. Notamos uma mulher com grande pedra à cabeça, duas crianças que seguiam debaixo do andor de Nossa Senhora, quatro outras que caminhavam debaixo do andor do Santo.
 
À noite acontece o leilão de prendas, à rua Dr. Samuel Costa, defronte da Igreja do Rosário, em um largo formado pela confluência com o Paço Municipal.
Embora pelas Atas da Irmandade do Rosário, do século passado, se saiba que havia em Paraty, além do Rei e Rainha, Juizes e Juizas, brancos e "de cor", há muitos anos estas figuras deixaram de existir, restando apenas o Rei e a Rainha. Como na Festa do Divino, as danças eram comuns depois do leilão, que acontecia após encerrada a procissão. De maior uso eram o Jongo, o Marrá Paiá e a Dança dos Velhos.
 
Folia de São Benedito
 
  De uns tempos para cá, voltou-se ao antigo costume de se tratar uma Folia, para angariar esmolas para São Benedito.

Com apenas três elementos: um, encarregado de tocar a caixa; outro, que devia carregar a Bandeira; e finalmente o terceiro, incumbido de recolher os donativos.

Essa folia de São Benedito é, curiosamente, uma "Folia Muda". Como o nome esclarece, não tem cantoria, mas apenas o toque da caixa.
 
 
 
 
| Casa Paraty | Paraty Imoveis | Paraty Brasil | Paraty Web | Paraty Virtual | Imoveis Paraty | Pousada das Acacias |
| Ubatuba | Parque atlantico | Radio Gaivota | Ponto base |
 
 
 
Paraty Guia - Todos direitos reservasdos - Hotel Villa de Capri - Ubatuba - SP